Defesa de Mestrado de Roberto Alejandro Hidalgo Castro

Título do Trabalho
A Framework for Context-Aware Approximate Computing
Candidato(a)
Roberto Alejandro Hidalgo Castro
Nível
Mestrado
Data
Add to Calender 2018-05-09 00:00:00 2018-05-09 00:00:00 Defesa de Mestrado de Roberto Alejandro Hidalgo Castro A Framework for Context-Aware Approximate Computing Sala 85 IC 2 INSTITUTO DE COMPUTAÇÃO mauroesc@ic.unicamp.br America/Sao_Paulo public
Horário
14:00
Local
Sala 85 IC 2
Orientador(a)
Lucas Francisco Wanner
Banca Examinadora

Condição

Titulares  -  Professores Doutores

Unidade/Instituição

Orientador/Presidente

Lucas Francisco Wanner

IC/UNICAMP

Externo à Unidade

Lucas Mello Schnorr

INF/UFRGS

Interno à Unidade

Rodolfo Jardim de Azevedo

IC/UNICAMP

 

Condição

Suplentes  -  Professores Doutores

Unidade/Instituição

Interno à Unidade

Sandro Rigo

IC/UNICAMP

Externo à Unidade

Alexandro José Baldassin

IGCE/UNESP

Resumo

Computação aproximada pode melhorar consideravelmente a eficiência energética em aplicações onde um resultado aproximado é suficiente.  Neste trabalho, construímos bibliotecas de funções padrão que incluem uma série de funções com diferentes implementações, onde cada implementação tem um resultado de precisão diferente. Desenvolvemos ainda um serviço de sistema que monitora o contexto do computador, incluindo o consumo de energia e, de acordo com esse contexto (usando regras especificadas), ele altera as implementações de biblioteca usadas pelos aplicativos em tempo real. Dessa forma, o aplicativo produz resultados aproximados, mas aceitáveis, ao mesmo tempo que limita o consumo de energia.

O sistema desenvolvido foi testado com aplicativos que são adequados para aproximações. Para cada uma das aplicações, medimos o consumo de energia do computador quando elas são executadas usando as implementações de maior precisão da biblioteca (as implementações mais consumidoras de energia). Conhecendo esse valor, conseguimos fixar um valor de consumo de energia de meta (uma porcentagem do valor calculado anteriormente) e desenvolvemos regras em torno desse valor, aumentando ou diminuindo a precisão das implementações usadas por um aplicativo ou, em outras palavras, aumentando ou diminuindo a qualidade da aplicação.

Os resultados mostram que, em nossos estudos de caso, podemos limitar a degradação máxima de 4% na qualidade de resultados das aplicações para obter até 40% de economia no consumo de energia. Além disso, fixamos uma meta de consumo de energia para cada aplicativo, e os aplicativos foram capazes de se adaptar em tempo de execução a essa meta.