Concurso Professor Doutor - Criptografia e Segurança Computacional - Inscrições de 09/10/2019 a 06/12/2019*

Concurso para provimento do cargo de Professor Doutor I, MS-3.1, na área de Criptografia e Segurança Computacional do Departamento de Teoria da Computação do Instituto de Computação.

Edital de Abertura: https://www.sg.unicamp.br/gde/concursos/todos-os-status/todos-os-titulos/todos-as-instituto-faculdades/34-p-18252-2019

Inscrições: de 09/10/2019 a 06/12/2019*, das 9h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00, na Secretaria do Instituto de Computação localizado na Av. Albert Einstein, 1251 - Cidade Universitária "Zeferino Vaz", Barão Geraldo, Campinas-SP.  
* Obs: o prazo de inscrição foi prorrogado até o dia 06/12/2019.

As inscrições devem ser protocoladas pessoalmente pelo candidato ou por alguém indicado por ele através de procuração simples (não é necessário autenticação em Cartório), mediante a apresentação da documentação listada no edital de abertura.

Com o objetivo de viabilizar a inscrição de candidatos que não puderem comparecer pessoalmente à Unicamp, o  IC destacou um funcionário para servir de procurador aos interessados. Para mais informações sobre como protocolar a inscrição desta forma, entre em contato com rhic@ic.unicamp.br


SAIBA MAIS SOBRE O IC E A UNICAMP

O Instituto de Computação oferece, atualmente, cursos de graduação em Engenharia de Computação (conjuntamente com a Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação) e Bacharelado em Ciência da Computação, este último criado em 1969 pelo então Departamento de Ciência da Computação convertido posteriormente em Instituto. Adicionalmente, o Instituto se destaca por oferecer um Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) altamente reconhecido e qualificado – Conceito CAPES 7.

O concurso é em RTP (Regime de Turno Parcial), com opção preferencial para o RDIDP (Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa), porque esta é a regra da UNICAMP. Todos os professores do IC contratados nos últimos 25 anos fizeram concurso para admissão em RTP. Uma vez aprovado no concurso e convocado, o candidato pode solicitar a extensão do contrato para o regime de tempo integral (RDIDP), apresentando um plano de trabalho e pesquisa. A tramitação desta extensão pode ser feita em paralelo à tramitação da contratação em RTP. Na maioria dos casos, uma vez convocado o candidato, o processo inteiro leva de 2 a 3 meses (contratação e extensão). Hoje, a remuneração inicial em RTP é R$ 1.918,76     e em RDIDP R$ 11.069,37. O vale alimentação de todos os funcionários e docentes da Unicamp é R$ 970,00.

Outras peculiaridades das universidades estaduais paulistas são: o quinquênio, a sexta parte e a incorporação de parcial de gratificações no salário de seus servidores e docentes. A cada cinco anos de exercício, 5% do salário base do nível em que se encontra o servidor são agregados ao salário (quinquênio não incide sobre quinquênio). Além dos quinquênios, a cada 20 anos mais um sexto do salário percebido na ocasião é agregado àquele salário. Como o cálculo é feito sobre o salário percebido, a sexta parte também incide sobre quinquênios já adquiridos. As gratificações recebidas por exercício de cargos também são incorporados proporcionalmente ao tempo de exercício.

O IC tem mantido, até agora, uma média de três disciplinas por ano por professor em RDIDP. Via de regra, um professor ministra a cada ano uma disciplina na pós-graduação e duas na graduação.

Todo professor em regime RDIDP do IC está automaticamente credenciado na pós-graduação, podendo ministrar disciplinas e orientar alunos de mestrado e doutorado.

A Unicamp mantém um "Programa Auxílio à Pesquisa para Docente em Início de Carreira". Tão logo o docente recém-contratado submeta um projeto de pesquisa individual a uma agência de fomento, ele habilitado a solicitar e receber recursos de até R$15.000,00 para compra de equipamentos e uma bolsa para um aluno de mestrado.

O IC possui um grande parque de equipamentos para pesquisa. Quase todos os professores estão associados a laboratórios, que agregam pesquisadores de áreas similares e otimizam tanto o uso como a busca de recursos computacionais. A participação em algum laboratório é optativa.

O IC incentiva que seus professores tenham colaborações de pesquisa com a indústria local, nacional e internacional. Professores do IC têm ou tiveram projetos significativos financiados por: IBM, Intel, AMD, Microsoft, Samsung, Motorola, Receita Federal, HP, Itautec, Serasa, entre outros.