A+A-Acessibilidade
EnglishPortuguese
Buscar

Nota de Falecimento: Prof. Eduardo Tadao Takahashi

Um breve resumo da trajetória do Prof. Tadao na Unicamp.

O Prof. Eduardo Tadao Takahashi se formou no curso de Bacharelado em Ciência da Computação, em 1972. Na época do vestibular, em 1969, ainda não existia o curso de Ciência da Computação, que só seria criado em 1970. Nesse ano, os alunos tiveram a oportunidade de optar por Ciência da Computação.

Contratado como professor assistente (RDIDP) no IMECC, ele foi alocado no DCC (recém criado Departamento de Ciência da Computação), para ministrar a disciplina MC 111 Introdução à Programação de Computadores.

Na época, a Unicamp tinha um único computador, um IBM 1130, com 32k de RAM e 5Mb de HD, conectado a uma impressora e uma leitora de cartões perfurados, e os cursos iniciais de programação causavam uma sobrecarga significativa nessa máquina. Uma das primeiras iniciativas do Prof. Tadao foi justamente implantar na Unicamp o compilador Fortran Coppefor (feito na Coppe/UFRJ), visando agilizar o processo de compilação, desafogando a máquina e facilitando a vida dos alunos.

Em 1974, o Prof. Tadao liderou um projeto de ensino de programação para alunos de colégio, num convênio com o MEC, e assim algumas turmas experimentais foram oferecidas em colégios da região. Ainda em 1974, ele trouxe para a Unicamp uma versão do compilador Pascal, parcialmente portada para o DEC-10, que era o mainframe recém adquirido pela Unicamp. O porte foi completado localmente pelos professores do DCC.

Em 1975 o curso de Introdução à Programação foi oferecido pela primeira vez em Pascal, para os alunos do Bacharelado em Computação. Como todo pioneiro, o Prof. Tadao enfrentou a oposição generalizada da Universidade nessa empreitada, que acabou sendo bem sucedida.

Um dos questionamentos do momento era ‘e esses alunos não vão aprender Fortran?’. A saída encontrada pelo Prof. Tadao foi: entrou em acordo com as professoras de inglês, que estavam à procura de um tema na área técnica para os alunos da Computação, e o tema foi justamente ‘Fortran’!

Em 1976 ele foi para o Japão onde fez o mestrado, voltando em 1979 em regime de tempo parcial.

O Prof. Tadao deixou a Unicamp na década de 1980 e construiu uma carreira de muito sucesso em instituições como CPqD e Rede Nacional de Pesquisa (RNP), da qual foi fundador.

Nossos agradecimentos ao Prof. Tadao por sua inestimável contribuição ao Instituto de Computação e à Ciência.

Agradecemos ao Prof. Fernando Vanini pelo texto acima.