A+A-Acessibilidade
EnglishPortuguese
Buscar

O Logotipo do Instituto

O logotipo do Instituto é o ábaco chinês, um antigo instrumento de cálculo formado por uma moldura com bastões ou arames paralelos. A ideia surgiu informalmente, nos anos 1980, quando o atual Instituto de Computação ainda era o Departamento de Ciência da Computação (DCC), pertencente ao Instituto de Matemática, Estatística e Ciência da Computação (IMECC). Em vez de usar um artefato tecnológico característico da época, a adoção do ábaco procurava remeter a um objeto que representasse de modo atemporal o ato de calcular. O uso se consolidou depois que o Prof. Hans Liesenberg desenvolveu um código que inseria o logotipo ilustrado acima nos documentos do processador de texto LaTeX.

O número representado pelo ábaco é 1969, o ano de criação do Departamento de Ciência da Computação e também o ano de início do curso de Bacharelado em Ciência da Computação.

Em 1998, a Congregação do agora Instituto de Computação oficializou a adoção do logotipo.

O Prof. Jorge Stolfi, ex-Diretor do Instituto, criou versões tridimensionais da representação, rendendo-lhe feições como as abaixo:


Em 2019, o IC, em parceria com a Buildbox, desenvolveu um trabalho de modernização de sua identidade visual e decidiu a voltar a utilizar como logotipo o Ábaco Chines em 2D.

Como funciona o ábaco chinês?

Existem diferentes tipos de ábaco. O do IC é chamado de ábaco chinês 2/5. Ele é composto por duas contas na porção superior (cada uma correspondendo 5 valores) e cinco contas na parte inferior (cada uma correspondendo a 1 valor). A coluna mais à direita corresponde às unidades; a coluna seguinte, à esquerda, é a coluna das dezenas, e assim por diante.

Curiosidade: o posicionamento correto do ábaco é com as varetas em sentido vertical. Na representação original do logotipo do IC, o ábaco aparece deitado, com as varetas dispostas horizontalmente.